Cães guia

No Brasil, Desde 1998 A Questão Dos Deficientes Tem Sido Muito Citada Na Mídia. Além Dos Deficientes Enfrentarem Dificuldades Para Atravessar Uma Rua, Subir Em Um Ônibus, Frequentar Lugares E Estabelecimentos Públicos Etc..., Quando Possuem Um Cão Guia Para Ajudá-Los, Enfrentam Mais Problemas Pela Não Aceitação Do Animal. No País Inteiro Apenas 13 Pessoas Possuem Um Cão Guia. Estes, Em Sua Maioria, Trazidos De Outro País Como Os Estados Unidos E A Inglaterra.
No Brasil, Não Existe Uma Associação Que Treina Cães Para A Tarefa E O Canil Central Da Polícia Militar Do Estado De São Paulo Só Treina O Básico E, Mesmo Assim, Com Uma Média De Um Cão Por Ano. Na Inglaterra, Onde A Utilização Dos Cães Guias Está Mais Difundida, Existem Dez Escolas Que Treinam Cães Para Deficientes. A Duração É De Um Ano E Meio E O Cão Aprende 100 Comandos Básicos. O Custo É Equivalente A R$10.000 Mas, As Pessoas Que Recebem Um Desses Cães Não Paga Nada Pois As Escolas São Mantidas Por Doações.


A Guide Dogs For The Blind Association (Associação De Cães Guias Para Cegos) É Uma Entidade Não-Governamental Com Sete Sedes Regionais No Reino Unido. Mantida Por Doações, Cria, Treina E Fornece Os Cães Para Deficientes Visuais A Um Preço Simbólico. O Equivalente A R$0,75 Pelo Animal E R$4,50 Pelas Três Semanas De Treinamento Junto Ao Cão. A Entidade Responsabiliza-Se Ainda Pelo Custo De Alimentação, Manutenção E Visitas Ao Veterinário Durante Toda Vida Útil Do Animal.

--